Skip to Menu Skip to Search Contate-nos Angola Websites & Idiomas Skip to Content

A separação sólido-líquido está relacionada com processos químicos para a separação de líquidos e sólidos insolúveis finamente divididos.

Muitas instalações requerem separação sólido-líquido e existe uma ampla variedade de opções de processos e equipamentos disponíveis no mercado. A separação sólido-líquido eficaz é importante para o desempenho geral da instalação e representa investimentos de capital e custos operacionais e de manutenção significativos.

Os fatores que afetam a separação sólido-líquido ou o espessamento incluem:

  • Capacidade necessária
  • Distribuição do tamanho de partículas
  • Forma das partículas
  • Concentração de sólidos suspensos do suprimento
  • Conteúdo de sólidos de -10 mícrons
  • Floculação
  • Viscosidade e temperatura do suprimento
  • Sólidos dissolvidos no suprimento se acumulam na solução do suprimento
  • Escala da suspensão

As características da suspensão devem determinar o projeto e seleção do equipamento de separação sólido-líquido. A SGS possui experiência operacional para determinar as características dessa solução e fazer as recomendações apropriadas. Os resultados do nosso programa de testes determinarão as opções de processo, tamanho e seleção de equipamentos necessárias para atender aos seus objetivos de separação sólido-líquido.

A SGS considera quatro operações do sistema de separação sólido-líquido:

  • Pré-tratamento
  • Concentração de sólidos
  • Separação de sólidos
  • Pós-tratamento

Um típico programa de testes de separação sólido-líquido fornecerá as seguintes informações

  • Uma profunda análise de opções pré-tratamento, incluindo requisitos de dosagem para todos os produtos químicos e a adição de auxiliar de filtragem ao sistema, bem como detalhes de quaisquer tratamentos físicos necessários.
  • Fixação dos índices e da base de dimensionamento necessários para o projeto do espessante e/ou purificador. Por exemplo, o projeto do circuito de decantação contracorrente (CCD) inclui quatro ou mais espessantes.
  • Concentrações atingíveis de sólidos suspensos para o tipo de método de purificação desejado.
  • Seleção do meio de filtragem adequado e da espessura do reboco descartável.
  • Tempo do ciclo de filtragem necessário para o projeto do filtro.
  • Taxa de produção, eficiência de lavagem, umidade do reboco e dados do fluxo de ar necessários para o projeto do equipamento de filtragem contínua do vácuo.
  • Requisitos de área ou volume, eficiência de lavagem e dados de umidade do reboco necessários para o projeto do equipamento de filtragem de pressão em lote.
  • Os resultados do teste de filtragem também podem incluir dados de secagem de vapor, ar ambiente ou ar aquecido, dados de secagem de compressão, escalas indicadoras de dados ou tendências de obstrução da tela e recomendações e propriedades de descarte do reboco.
  • Dados de viscosidade necessários para a bomba para pasta e projeto da tubulação.

A SGS reduz o risco técnico com instalações piloto que demonstram a viabilidade operacional dos equipamentos de separação sólido-líquido selecionados para uso em laboratórios. Os pilotos geram dados usados na criação de instalações em escala completa, reduzindo assim os riscos de projeto e de capital. Torne-se parceiro da SGS para obter uma separação sólido-líquido prática e eficaz.